Sala de aula invertida: como pode ajudar no aprendizado?

Sala de aula invertida no Mundo A+

Compartilhe:

Nos últimos anos, a maioria dos educadores têm enfrentado o seguinte desafio: modernizar as práticas de ensino e tornar os métodos mais atraentes para os alunos.

Esse é um reflexo das rápidas mudanças de comportamento da nova geração de alunos e da aceleração da transformação digital, que atingiu em cheio o setor de educação. Mas se antes era opcional integrar a tecnologia ao processo educacional, hoje é muito provável que as escolas encontrem grandes dificuldades de atravessar uma crise sem ela.

Para complicar, muitas escolas passaram tempo demais remando contra a maré da tecnologia e seguindo o modelo clássico de educação, no qual os professores usam a maior parte do tempo apresentando o conteúdo de forma unilateral. E se esse modelo já era questionado pelo baixo engajamento, no ensino online ele tem ainda menos aderência. É preciso se reinventar!

Um bom caminho para isso é a aplicação da prática desenvolvida nos anos 1990 e muito aprimorada recentemente, que combina o uso da tecnologia com o aprendizado ativo do aluno: a sala de aula invertida (ou flipped classroom).

Na metodologia, os professores fornecem o conteúdo inicial sobre a matéria para os alunos, como vídeos, textos, arquivos de áudio, jogos e livros antes do momento da aula. Em seguida, na sala de aula presencial ou virtual, o processo de ensino continua por meio do esclarecimento de dúvidas, debates, exercícios, estudos de caso e conteúdos complementares, com um tempo de aula aplicado na troca e no aprofundamento do aprendizado.

Esta nova abordagem contribui para tornar o ambiente de aprendizagem um espaço de interação e cooperação, estimulando o pensamento coletivo e o debate, além de criar um processo mais centrado nos alunos.

A autonomia, criatividade, motivação, autoestima, espírito de equipe, sentido de responsabilidade e desempenho ativo dos alunos na construção do conhecimento também são estimulados, garantindo grandes aprendizados.

Além de aumentar a participação, a sala de aula invertida também amplia o escopo de aprendizagem de forma natural por meio das tecnologias com as quais os alunos estão acostumados a interagir.

A maior vantagem é que essa interação ocorre de forma produtiva e educacional, educando o aluno para o processo de aprendizagem ideal e desvinculando a ideia de que o momento e lugar de aprender é somente na escola.

No modelo de aula invertida esses muros são quebrados e o aluno se apropria da ideia de que ele está em constante aprendizagem. Fora de sala, na sua casa ou em qualquer lugar em que resolva pesquisar, observar e analisar o mundo, ele estará aprendendo. Esta ideia se aproxima mais do ideal da educação que é ser contínua.

Desafios para implementação da sala de aula invertida

Em primeiro lugar, a implantação da metodologia exige que o professor abra sua visão sobre o processo de ensino e também sobre o seu papel como educador. Mais do que fonte de informação, na sala de aula invertida ele se torna um mediador entre o aluno e o conhecimento.

Sua função é disponibilizar canais de informação confiáveis, esclarecer dúvidas, estimular a interação entre os alunos e estabelecer mecanismos para que os jovens reflitam criticamente sobre o que aprenderam.

A sala de aula invertida também requer que os professores tenham uma forte capacidade de planejar o conteúdo e construir uma sequência de ensino coerente que esteja associada às habilidades a serem desenvolvidas.

Além disso, eles devem passar para os alunos a responsabilidade pela coordenação do próprio tempo e gestão das tarefas escolares.

Essa mudança significativa de paradigma tende a tornar os jovens mais seguros e empoderados do processo de obtenção de conhecimento, fazendo com que se sintam mais motivados e envolvidos com a escola, mesmo à distância.

Benefícios da sala de aula invertida

#1 Desenvolve habilidades individuais

O modelo de sala de aula invertida propõe métodos inovadores para tornar o aprendizado mais inspirador, prático e significativo para os alunos.

Além disso, as características deste método potencializam o desenvolvimentos de diferentes competências individuais: autonomia, capacidade de resolução de problemas, consciência crítica, colaboração e criatividade.

#2 Foco no aluno

Do ponto de vista do aluno, uma das vantagens mais significativas da aplicação da sala de aula invertida é que ele se torna diretamente responsável pela sua própria aprendizagem.

Ao ter contato com os temas do currículo antecipadamente, o aluno pode se organizar melhor, controlar seu tempo, ter autonomia para seguir o próprio ritmo e escolher os formatos que julgue mais fácil de absorver o conteúdo proposto.

#3 Otimização de tempo

Outra vantagem de usar este modelo é a otimização do tempo. Nos métodos tradicionais, os professores gastam um tempo significativo respondendo perguntas básicas durante a apresentação de novos conteúdos, além de, muitas vezes, não conseguirem dar atenção individualizada a todos os alunos, o que diminui o ritmo de aprendizado da classe.

Já no modelo de sala de aula invertida, como os alunos foram expostos ao conteúdo antes da aula, as perguntas são mais profundas e é possível processar o conteúdo de forma mais rápida e aprofundada, além de conseguir monitorar a homogeneidade do aprendizado.

#4 Diversificação de formatos

Na sala de aula invertida, os alunos têm à disposição diferentes formatos de conteúdo, como videoaulas, jogos, slides, ebooks ou aplicativos, podendo optar por aqueles que possuem mais facilidade e contar com a orientação de seus instrutores no caso de dúvidas ou auxílio.

Outro ponto é que os alunos que participam de uma rotina de ensino que utiliza a sala de aula invertida podem acessar e revisar, a qualquer momento e facilmente, os materiais das matérias passadas.

Os alunos também serão capazes de usar ferramentas de ensino online para criar seus próprios materiais de aprendizagem e compartilhá-los com o grupo, colocando o ensino colaborativo em prática.

Com mais opções de materiais e dinâmicas mais ativas e ricas, os instrutores terão mais oportunidades de enriquecer os momentos de produção colaborativa.

#5 Personalização do aprendizado

Cada aluno tem um processo de aprendizagem diferente e um ritmo único de compreensão. Pensando nisso, a autonomia garantida pela sala de aula invertida possibilita que os alunos sigam da maneira mais adequada para ele, podendo também participar de grupos de colaboração online.

Além disso, com a ajuda da tecnologia, os professores têm uma maior compreensão das dificuldades dos alunos e podem usar o tempo em sala para proporcionar acompanhamento individualizado. Portanto, a combinação de ferramentas como sala de aula invertida e aprendizagem adaptativa é possível e super recomendável!

Agora que você já sabe como a sala de aula invertida é capaz de ajudar no aprendizado dos seus alunos, que tal conversar com os especialistas da Plataforma A+ e conhecer as soluções digitais que lhe auxiliarão nessa transformação?

Traga sua instituição de ensino para o futuro e leve aos seus alunos uma aprendizagem mais imersiva!

Gostou? Receba conteúdos como este!

Newsletter quinzenal com conteúdos para simplificar o seu trabalho

Seus dados estarão protegidos e serão usados conforme a nossa Política de Privacidade.

Compartilhe:

Explore outros conteúdos

amaiseducacao.com.br

Conte para nós: o que você está buscando?

small_c_popup.png

Vamos conversar pelo WhatsApp

Fale com nosso
time comercial